Os servidores efetivos da Câmara Municipal de Manaus (CMM) vão receber, nesta sexta-feira (15), o pagamento de Unidade de Referência de Valor (URV) referente às perdas salariais dos servidores nos últimos anos. O anúncio foi feito pelo presidente da Casa Legislativa, vereador Wilker Barreto (PHS), durante a sessão plenária do Legislativo desta quarta-feira (13). O pagamento, com recursos da CMM é de R$ 1 milhão.

 “Esse pagamento é fruto de um acordo judicial feito com os servidores em 2012, referente às perdas salariais. É um valor que será pago de forma rateada ao que cada servidor tem que receber. Para se ter uma ideia, apenas de ativos teremos 265 servidores efetivos beneficiados”, afirmou Wilker.

Desde o início de sua primeira gestão como presidente, Barreto adotou medidas de austeridade, que colaboraram para que o pagamento fosse realizado sem qualquer sangria nas finanças da CMM. “Cortamos o leite do cafezinho, baixamos em 50% as diárias, cancelamos contratos e revisamos outros. Todas essas medidas amargas ajudaram a controlar a dívida da Casa e garantir medidas vitoriosas como o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos servidores e, agora, o pagamento do URV”, disse Barreto,

Apesar da crise econômica vivida pelo Brasil, a Câmara tem mantido a política de reposição salarial de seus servidores. 

Valorização

Recentemente, o sucesso do Programa de Aposentadoria Voluntária Incentivada (Pavi), garantiu que os colaboradores efetivos se aposentassem com a garantia de todos os benefícios garantidos em lei. O programa,  inclusive, abriu a possibilidade de chamamento de concursados de 2003, medida iniciada esta semana com a atualização cadastral dos aprovados pela CMM.

 

 

Texto: Dircom/CMM

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM


Não serão postados comentários com ofensas a pessoas ou instituições, sejam elas de natureza pública ou privada. Também não serão aceitos textos ofensivos, de caráter comercial, com palavrões e termos chulos ou que façam propaganda de candidatos. Os comentários postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Comentários

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)