Com a publicação da Lei Municipal 2.173 de 8 de novembro de 2016, que cria a Semana Estadual de Valorização da Vida Humana, de autoria do vereador Professor Samuel (PHS), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) celebra, um momento de reflexão sobre o valor da vida, na próxima quinta-feira, dia 25, às 14h, em uma Audiência Pública.

O evento será realizado no Plenário Adriano Jorge, da CMM, localizado na Avenida Padre Agostinho Caballero Martin, 850, bairro São Raimundo, zona Oeste da capital. A ação acontecerá durante a quarta semana do mês de maio, conforme a lei, instituída e inserida no Calendário Oficial da Cidade de Manaus.

A semana tem a finalidade de chamar a atenção das pessoas e da sociedade a fim de uma reflexão e conscientização sobre um tema: “Valorize a vida, ela é única!”. Para discussões de conteúdos relacionados ao segmento, o evento vai reunir convidados, especialistas, entidades e autoridades locais como:  Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Estado (MPE-AM), Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Amazonas (CEDDH), Fundação Nacional do Índio (Funai), Policia Civil do Estado (PCAM) além de outros.

Ao longo da semana, a Câmara Municipal terá uma Audiência Pública no dia 24 (quarta-feira), as 9h, com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos advogados do Brasil, Seccional Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida. Além de realizar o trabalho de panfletagem e cartazes em escolas, faculdades e alguns outros pontos da cidade.

 

ASSUNTO: Audiência Pública ‘Valorização da Vida Humana”

DATA: Quinta- feira, 25 maio de 2017

LOCAL: Câmara Municipal de Manaus (CMM), situada na Avenida Padre Agostinho Caballero Martin, 850, bairro São Raimundo, zona Oeste de Manaus.

HORA: 14h

 

 

Texto: Assessoria do vereador Professor Samuel

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM


Não serão postados comentários com ofensas a pessoas ou instituições, sejam elas de natureza pública ou privada. Também não serão aceitos textos ofensivos, de caráter comercial, com palavrões e termos chulos ou que façam propaganda de candidatos. Os comentários postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Comentários

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)