skip to Main Content

Comissões da CMM aprovam projetos da bilhetagem eletrônica e camelódromo

Os projetos de autoria do Executivo Municipal que tramitam em regime de urgência na Câmara dos Vereadores e que tratam do sistema de bilhetagem do transporte coletivo urbano e da concessão de espaços do patrimônio público municipal para implantação de centros de comércio popular em Manaus, tiveram pareceres favoráveis aprovados na manhã desta quarta-feira (17) na reunião conjunta das comissões de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO), Transporte, Viação e Obras Públicas (CTVOP), Cultura e Patrimônio Histórico (CCPH) e Turismo, Comércio e Indústria (CTCI). O projeto dos centros de comércio popular teve voto contrário do vereador Mário Frota (PDT), que questiona a privatização dos espaços do patrimônio do município. Já o projeto da bilhetagem do sistema do transporte coletivo, teve votos contrários da vereadora Socorro Sampaio (PP) e dos vereadores Joaquim Lucena e Elias Emanuel, ambos do PSB. Elias disse que o prefeito, com esse projeto, está trocando meia dúzia por sete, já que deverá ter um gasto muito maior com a contratação de uma nova empresa para gerir o sistema. O vereador Luiz Alberto Carijó (PTB), que presidiu a reunião conjunta das comissões, explicou que na próxima segunda-feira (22), os pareceres serão votados em plenário e os projetos retornarão a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) em função das emendas que foram aprestadas pelos vereadores. “Como os projetos tramitam em regime de urgência, eles não poderiam ser votados hoje (17) e por isso serão levados para votação na segunda-feira, quando a CCJR também deve reunir para analisar as emendas apresentadas e o projeto deve entrar para votação final na terça ou quarta-feira”, disse ele. Para Carijó, a retirada da questão das feiras e mercados do projeto dos camelôs foi uma medida inteligente do prefeito Amazonino Mendes. “Essa é uma relação polêmica que temos de amadurecer como sociedade. Agora vejo que é uma oportunidade de ouro para a cidade de Manaus, efetivamente, ter a solução definitiva para esse problema”, argumentou. Participaram da reunião conjunta os vereadores Luiz Alberto Carijó (PTB), Amauri Colares (PSC), Socorro Sampaio (PP), Glória Carrate (PMN), Joaquim Lucena (PSB), Mário Frota (PDT), Ademar Bandeira (PT), Leonel Feitoza (PSDB), Francisco Gomes (PMN), Jaildo dos Rodoviários (PRP), Elias Emanuel (PSB), Francisco da Jornada (PP) e Mário Bastos (PRP).

Back To Top