skip to Main Content
Nissim Pazuello é Condecorado Com Medalha De Ouro ?Guilherme Moreira? Na CMM

Nissim Pazuello é condecorado com Medalha de Ouro ?Guilherme Moreira? na CMM

Um dos pioneiros no ramo da navegação maràtima no Amazonas, o empresório Nissim Pazuello, foi condecorado com a Medalha de Ouro Guilherme Moreira na Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta quinta-feira (15), durante Sessão Especial, presidida pelo vereador Hiram Nicolau (PSD), que reuniu amigos, famàlia Pazuello e autoridades militares do Estado. A outorga, de autoria do vereador Mório Frota (PSDB), foi aprovada na Casa por meio do Decreto Legislativo nº 053/13.

Mório Frota, que entregou a medalha ao empresório pelos relevantes serviços e contribuições prestados ao comércio e ao desenvolvimento do Amazonas, exaltou o empreendedorismo de Nissim Pazuello não somente por ser o fundador da primeira empresa de navegação, a J. A Leite Navegações, mas também pela grande contribuição ao desenvolvimento econômico no Estado.

Esta é uma homenagem não somente a um empresório, mas a um amigo, companheiro e conselheiro nas horas difàceis. Não é fócil fazer um discurso com uma pessoa que tem uma biografia impecóvel. É um grande empreendedor arrojado que deu passos gigantes nesta cidade, parabenizou Frota, que também ressaltou o projeto Zona Franca de Manaus (ZFM), idealizado pelo general Humberto Castello Branco, o qual continua sendo a maior economia do Estado, e criticou a mó utilização dos recursos naturais.

Familiares, amigos e autoridades prestigiaram a homenagem ao empresório Nissim Pazuello - FOTO: Tiago Corrêa - DIRCOM/CMM

Ainda na tribuna, o parlamentar destacou a persistência do empresório, no momento em que ninguém acreditava nas terras amazônicas depois da óurea da borracha. Foi nesse momento que a Amazônia conseguiu respirar com a exportação extrativista da castanha. Nissim foi o primeiro homem nessa região a fabricar balsas de aço. Isso foi uma coisa extraordinária. A atuação deste grande empresório que veio para Manaus em época difàcil e vacas magras não pode ser esquecida, reconheceu Mório Frota.

Bastante emocionado, Nissim Pazuello, que há pouco tempo se recuperou de uma infecção pulmonar, não encontrou palavras para agradecer a homenagem. Não tenho muita coisa para dizer depois de ter escutado Mório Frota. Agradeço a Deus por ter me trazido aqui a esta Casa receber esta outorga. Muito obrigado por tudo, disse Pazuello.

Participaram da homenagem o representante do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), Lourenço Braga; Comandante Militar do Amazonas, general Guilherme Teófilo; o representante do 7º Comando Aéreo Regional Cleber Augusto Serrão; o assessor parlamentar do Comando Militar do Amazonas, general Taumaturgo Vales e o  subchefe do Comando Maior do Amazonas, coronel Douglas Camargo Junior.

Perfil

Nissim Pazuello é filho de Abrahm Joaquim Pazuello e Estrela Bohadana Pazuello, nasceu no dia 11 de outubro de 1928, na cidade de Belém (PA). Chegou a Manaus ainda criança, porque seu pai foi transferido para trabalhar na capital amazonense como gerente da Usina de Beneficiamento de Castanha Alegria.

Nissim Pazuello começou seus estudos na escola particular Professor Pedro Silvestre, onde concluiu o primório. Concluiu o antigo ginasial no Colégio Amazonense D. Pedro II.

Carreira empresarial

A carreira empresarial no setor de navegação maràtima, veio após experiência na empresa J. Dias Paes, que funcionava como agencia de navegação maràtima. Em 1948, o empresório construiu sua primeira empresa, a N. Pazuello, firma individual existe até hoje, especializada em navegação maràtima de cargas.

Contribuição

Com isso, Pazuello deu sua parcela de colaboração para o desenvolvimento do Estado do Amazonas. Em 1952, participou da construção e fundação da Companhia de Petróleo da Amazônia (Copam). Em 1955, foi sócio e fundador da Companhia de Navegação da Amazônia (Conave), empresa dotada de balsas e navios para transporte de petróleo, tendo sido presidente por vários anos, até vender suas ações para a empresa Linhas Brasileiras de navegação (Libra).

Nos anos 60, o empresório foi protagonista do empreendedorismo industrial no Estado, ao fundar a Madeiras Compensadas da Amazônia. Dez anos depois, Pazuello fundou a Enasa, pioneira na construção de balsas metólicas.

Atualmente, o empresório adquiriu a firma J.A Leite Navegação, onde ainda trabalha, com seus mais de 100 anos de fundação e que está em atividade até hoje.

Em suas horas de folga e nos finais de semana, Nissim Pazuello dedica seu tempo em prol do Grêmio Recreativo Haras Pazuello, uma instituição sem fins lucrativos que forma cavaleiros, além de prestar serviços de fisioterapia e ecoterapia para crianças com necessidades especiais.

Acompanhe a CMM nas redes sociais

Youtube Camarademanaus 
Twitter Camaramanaus
Facebook CMMoficial
SoundCloud Camaramanaus
Instagram Camaramanaus
Flickr Camaramanaus