O resultado do primeiro turno das eleições de 2018 colocou em evidencia a Câmara Municipal de Manaus. O senador mais votado do pleito, com mais 800 mil votos, foi o vereador Plínio Valério (PSDB) e o presidente da Casa, Wilker Barreto, se elegeu deputado estadual, sendo um dos dez mais votados. Outros cinco vereadores conquistaram uma cadeira na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam): Felipe Souza (PHS), Therezinha Ruiz (PSDB), João Luiz (PRB), Álvaro Campelo (PP) e Joana D’arc Protetora dos Animais (PR)

Para presidente da CMM, Wilker Barreto, o desempenho dos vereadores nas eleições deste ano, demonstra a forma positiva com que a população percebe o trabalho que é desenvolvido no Parlamento Municipal. Wilker Barreto resgatou outras conquistas históricas de vereadores como Fábio Lucena (1983) e Jefferson Peres (1994) que, a exemplo de Plínio Valério, saíram do Parlamento Municipal para ocupar uma cadeira no Senado da República.

Durante discurso na tribuna, Plínio Valério disse estar preparado para defender o Amazonas na esfera federal. Valério observou que os vereadores devem sim sonhar alto como ele. “Temos que acreditar e não deixar que outros falem que não podemos. Nós podemos sim. O povo nos escolheu”, disse.

Ao agradecer seus eleitores pela conquista do cargo a deputado estadual, o vereador Felipe Souza também ressaltou o desempenho dos colegas eleitos, “Parabenizo a vereadora Therezinha Ruiz, pelo retorno à Aleam, que já leva larga experiência na área da Educação, o vereador Álvaro Campelo, que com certeza irá continuar defendendo os direitos do consumidor naquela Augusta Casa, Wilker Barreto, Joana D’arc, João Luiz e ao nosso senador Plínio Valério, que representará bem o Amazonas na esfera federal”, observou Felipe.

Por sua vez, o vereador João Luiz (PRB) também agradeceu à população do interior do Estado e da capital, em especial às lideranças evangélicas e apoiadores católicos pelo apoio à conquista do cargo a deputado Estadual. O parlamentar observou que a Casa cresce quando sete vereadores conquistam suas candidaturas pela democracia. “É a Câmara demonstrando força e competência de seus parlamentares”, frisou o vereador.

O líder do prefeito, vereador Joelson Silva (PSDB), deixou o seu recado ao desejar sucesso na nova empreitada dos colegas vereadores eleitos. “Que Deus possa abençoar todos nessa nova jornada, e a todos que não obtiveram êxito, mas que demonstraram a força que tem. Esta Casa protagonizou nas eleições 2018”, ressaltou Joelson Silva.

“A população é soberana e inteligente. A decisão do povo deve ser respeitada”, completou o vereador Bessa (SD).

O vereador Gilmar Nascimento (PSD) ressaltou o êxito dos vereadores eleitos conquistados nas urnas, que, agora, deixam a CMM para maiores responsabilidades em outras esferas. “Parabenizo todos pela coragem de ir à luta e acreditar em seu potencial político. Esta Casa empresta ao Estado do Amazonas seis vereadores e um vereador para o Senado Federal”, disse Gilmar Nascimento, que também concorreu às eleições, porém não foi elei, mas garantiu continuar na CMM lutando pela Saúde do Estado do Amazonas e da cidade de Manaus.

Mesmo sem ser eleito ao cargo de deputado estadual, o vereador Elias Emanuel (PSDB) também subiu à tribuna para agradecer seus 14 mil votos obtidos nas urnas, ao destacar o desempenho da Câmara Municipal de Manaus pela vitória dos sete parlamentares.

“A Câmara Municipal de Manaus revive o passado na eleição de Plínio Valério. Será a voz do Amazonas no Senado. Plínio você saiu na frente numa campanha lúcida em sintonia com o sentimento de renovação”, frisou Elias, que da mesma forma parabenizou os vereadores eleitos.

O vereador Dr. Ewerton Wanderley (PHS) também fez questão de parabenizar a vitória dos vereadores eleitos, e aproveitou para repudiar o uso das Fake News durante as eleições, que tentaram de alguma forma prejudicar os candidatos durante suas campanhas.

Os vereadores Roberto Sabino (PHS), Therezinha Ruiz, Professor Samuel (PHS), Raulzinho (DEM) e Isaac Tayah (PSDC) também parabenizaram a vitória do Parlamento Municipal.  

Suplentes assumem em janeiro

Apesar de as eleições de 2018 não tratar da escolha de nomes para a Câmara Municipal, a Casa inicia a 18ª legislatura com sete novos integrantes. A vaga do presidente Wilker Barreto será ocupada pelo suplente Eloi Abreu (PHS). Mirtes Sales (PR) vai ocupar a cadeira de Joana D’arc, Denísio Elias (PSDB), a deixada pelo senador eleito Plínio Valério e Amauri Colares (PRB), assumirá a cadeira deixada por João Luiz.

Dr. Alonso (PHS), embora ocupasse a terceira suplência do PHS, vai assumir a vaga deixada por Felipe Souza, já que o segundo suplente, Roberto Cidade, também conquistou uma cadeira no Parlamento Estadual. O suplente Ceará do Santa Etelvina (Dem) voltará a Câmara Municipal, na vaga que será aberta com a eleição de Therezinha Ruiz.  O quarto suplente do PP, Marison Roger da Silva assumirá a vaga deixada por Álvaro Campelo (PP), uma vez que os três primeiros suplentes dessa vaga: Tabosa, Socorro Sampaio e Pastora Luciana, saíram da legenda.

A oitava mudança na composição da bancada de vereadores virá com o retorno do deputado federal e vereador licenciado, Gedeão Amorim (MDB), que não conseguiu se reeleger para Câmara Federal. O suplente Dallas Filho, também do MDB deixará a Casa.

 

 

 

  

 

Texto: Valdete Araújo - Dircom/CMM

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM


Não serão postados comentários com ofensas a pessoas ou instituições, sejam elas de natureza pública ou privada. Também não serão aceitos textos ofensivos, de caráter comercial, com palavrões e termos chulos ou que façam propaganda de candidatos. Os comentários postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Comentários

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)