A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, por unanimidade de votos, na manhã deste sábado (06/10) a gratuidade das tarifas do serviço público de transporte coletivo na capital, no primeiro turno das eleições, neste de domingo (7/10). Trinta e seis dos 41 vereadores atenderam a convocação feita pelo presidente da Casa, Wilker Barreto (PHS) e compareceram à sessão extraordinária que começou às 11h e terminou antes do meio dia.

“A CMM cumpri o seu papel de facilitar e consolidar a democracia na capital. Vou levar em mãos, de forma física, o documento para a Prefeitura”, afirmou o presidente, agradecendo aos parlamentares presentes por, mais uma vez, demonstrarem seu comprometimento “com o cidadão e com a cidade de Manaus”. 

Barreto enfatizou que o rito administrativo ocorreu dentro da legalidade e aproveitou para pedir ao Executivo que, para o segundo turno, se antecipe no envio do PL, para que o eleitor possa usufruir da gratuidade, sem que para isso, a Câmara Municipal tenha que se reunir extraordinariamente, evitando custos adicionais. “Espero que isso não ocorra no segundo turno”, apelou o presidente da Casa.

Wilker Barreto informou que para evitar o pagamento de hora extra aos servidores da Câmara que trabalharam neste sábado, não haverá sessão ordinária na próxima quarta-feira (10/10).

A reunião extraordinária foi acompanhada pelos representantes do Comitê Estadual de Combate a Corrupção e ao Caixa Dois nas eleições de 2018, entidade que ingressou com oficio ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE) que promovesse um dialogo com a Prefeitura de Manaus com objetivo de disponibilizar ônibus gratuitamente ao eleitor manauara. A gratuidade vai custar aos cofres do município  R$ 6, 4 milhões, por turno.

Texto: Dircom/CMM

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM


Não serão postados comentários com ofensas a pessoas ou instituições, sejam elas de natureza pública ou privada. Também não serão aceitos textos ofensivos, de caráter comercial, com palavrões e termos chulos ou que façam propaganda de candidatos. Os comentários postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Comentários

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)