Início / Notícias / Peixoto relembra importância de Olavo de Carvalho para pensamento de direita, após um ano de morte do escritor

Peixoto relembra importância de Olavo de Carvalho para pensamento de direita, após um ano de morte do escritor

Vereador presta homenagem ao principal nome da ideologia política no país

Olavo de Carvalho, escritor e filósofo brasileiro, é o principal nome do pensamento da direita brasileira. Considerado pai da nova direita no país, ele rejeitava o título e, apesar de uma visão refinada muito à frente de sua época, o autor de mais de 40 livros estava longe de ser unanimidade.

Nesta terça-feira, 24 de janeiro, é o dia que marca um ano de sua morte. Para o vereador Peixoto (Pros), a data é uma oportunidade de ressaltar a importância do escritor que transformou o pensamento crítico da política brasileira.

“O professor Olavo foi um homem com um pensamento muito acima da média nos últimos anos. Não é um escritor restrito a quem gosta e quer fazer política, é pra quem quer expandir o pensamento crítico e analisar o cenário social brasileiro. O legado de Olavo é patrimônio intelectual da literatura moderna brasileira”, destaca o parlamentar.

Com ideias voltadas ao conservadorismo, religião e política, seus livros e cursos sempre tiveram grande procura e tornaram-se símbolos da direita, mesmo o próprio autor se considerando independente e sendo apenas um “analista da realidade”.

“Ao fazer essa reflexão sobre a importância de Olavo para o movimento político-social da direita expresso, também, a importância de procurar estudar sobre a ideologia e fazer nossas próprias conclusões. Todo cidadão que ama o Brasil e quer que o país dê certo deveria ler uma obra de Olavo. Suas ideias tem um grande protagonismo nos dias que vivemos e dá uma ideia do que pode vir se tornar”, enfatiza Peixoto.

O vereador ressalta ainda a falta que o escritor faz no momento atual, já que Olavo criticava a revolta como forma de expressar os descontentamento com a situação política. A verdadeira revolução, a qual pregava o professor, é através da criação da intelectualidade do povo brasileiro.

“Se eu não concordo com o Governo Federal não tenho o direito de provocar quebra-quebra. O que me cabe é analisar, organizar formas inteligentes de me posicionar contra e cobrar. Não é através da violência e de atos sem fundamentação que vamos construir um país melhor”, complementa.

Texto: Carina Amazona – Assessoria de Comunicação do Vereador

Foto: Emerson Olliver

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Share on telegram
Skip to content